quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Vinho bom não é de grandes empresas

“As grandes empresas não podem produzir grandes vinhos”. Se esta frase fosse minha não seria nada surpreendente (vocês já conhecem a minha opinião a respeito). Mas a pronunciar esta sentença foi o Michael Mondavi, filho daquele Robert, fundador de um império vitivinícola nos EUA, que hoje, por prazer, distribui vinhos de alta qualidade produzidos por pequenas empresas.

Então, por que as grandes companhias não podem produzir grandes vinhos? De acordo com Michael uma vez chegado a certo limite, a paixão cede lugar para o negócio e quem manda são os executivos. Nesse ponto, a pergunta que circula na empresa não é mais "como posso melhorar o meu vinho?" Mas, "como eu posso melhorar o meu faturamento?". Então, vá para o inferno todas as considerações sobre terroir, vinhedos e vinificação. Praticamente a entrada dos managers se traduz com uma queda na qualidade.

Infelizmente ele tem razão. Já perdemos a conta de vinhos que renunciaram à própria identidade (e qualidade) a favor do sucesso (e dinheiro).

Então será até incorreto e feio, mas para aquele pequeno produtor que produz com amor e dedicação aquele vinho artesanal que tanto gostamos, podemos somente desejar que nunca se torne grande.


2 comentários:

  1. Oi Mario,
    Apenas por curiosidade, voce tem algum nome de um grande vinho que caiu de qualidade devido a grande produção?
    Tks
    Abs

    ResponderExcluir
  2. Oi Rosane,
    O exemplo mais claro é talvez do Chianti, na Toscana. O vinho mais representativo da Itália, sempre sinônimo de qualidade, hoje é algo totalmente diferente. Os bons Chianti hoje se contam em uma mão, pois a maioria dos produtores trocou a qualidade pela quantidade. Mesmo discurso para os Brunello di Montalcino. No Veneto é o caso dos Valpolicella, e atualmente tem uma polemica sobre o Cirò, na Calábria, que está seguindo o mesmo caminho.
    Obrigado mais uma vez pela leitura e pelo seu comentário.
    Abs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...