quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Um outro belo Merlot chileno

Uma vez escolhido o País, faz sentido beber um vinho feito com a uva emblemática daquele País? Faz, pois geralmente trata-se da uva que melhor se adapta aquele determinado solo e mais expressa aquele terroir.
Mas faz sentido tomar somente a uva emblemática deixando de experimentar outras castas menos “típicas”? Nem um pouco: as maiores surpresas se escondem ali.

Falando, por exemplo, do Chile, a uva representativa é a Cabernet Sauvignon (e recentemente a Carmenere), mas aqui falei de como me empolguei com Merlot ou Syrah chilenos.

Um outro exemplo é o Santa Ema Gran Reserva 2007. Provei outras castas da mesma vinícola e até da mesma linha, mas este Merlot foi o que mais me encantou.

A vinícola produz vinhos de qualidade desde o ano 1956 no Vale do Maipo. O Gran Reserva Merlot 2007 é um varietal 100%, colhido manualmente e maturado por 8 meses em carvalho francês, mais 4 em garrafa antes de ser comercializado.

Sugiro uma breve decantação, pois ele começa com aromas fechados e taninos durinhos, mas depois de uma boa areação vai liberando bonitos aromas de fruta silvestre e chocolate, já na boca se torna muito equilibrado e redondo, com taninos maduros e doces e boa madeira. Álcool abaixo da média chilena.

Um vinho de boa complexidade e bastante elegante.

Voto gringo: 7 ½

Vinho: Merlot Gran Reserva
Safra: 2007
Produtor: Santa Ema
País: Chile
Região: Maipo
Uvas: Merlot (100%)
Teor Alcoólico: 13,5%
Importadora: Vinoteca
Custo médio: R$ 70,00


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...