quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

And the winner is... (palpite: do New York Times para a Maremma Toscana)

Encerrada a enquête sobre as vinícolas mais bonitas do planeta, os leitores do Mondovinho escolheram. Entre as 20 indicadas, a Rocca di Frassinella  ganhou com 36% das preferências.

Parece-me justo então escrever duas linhas sobre a vinícola e o arquiteto que a projetou.

Localizada no coração do Chianti Clássico, na Toscana, é fruto da primeira parceria entre as inimigas históricas (enologicamente falando) Itália e França: a Domini del Castellare di Castellina e a Domaines Baron de Rothschild-Lafite. É preciso adicionar algo mais? A primeira produtora de grandes Chiantis e Supertoscanos, colecionadora de 3 bicchieri do Gambero Rosso e várias vezes aparecendo no TOP100 da Wine Spectator; a segunda é autora dos melhores e mais celebrados vinhos do planeta.

Então a parceria tinha que ser selada com uma obra e um projeto à altura. Quem melhor do Renzo Piano? O italiano é um dos mais premiados (ganhador inclusive do prémio Pritzker, o Nobel da arquiteturae cultuados arquitetos do mundo, autor de obras ousadas e espetaculares no planeta todo (chamadas de arquitetura high-tech) como o Centro Georges Pompidou em Paris, o arranha-céu sede do New York Times, o aeroporto internacional de Osaka (Japão) ou o Auditorium Parco della Musica em Roma, entre outros.

A escolha não foi casual, pois além da fama e grande experiência de arquiteto, o Piano já foi produtor de vinho, que adora como as linhas da arquitetura. Ele concebeu para Rocca di Frassinello uma adega de uma absoluta simplicidade, com linhas retas e essenciais e uma revolucionária divisão dos espaços com uma grande atenção ao processo de vinificação, que acontece com a queda das uvas pelo alto. E sobretudo uma integração “light” no panorama e ambiente circunstante.

Confira as fotos:








2 comentários:

  1. Oi, Mario!

    Vc já chegou a beber algum vinho desse produtor? Tenho aqui um Rocca di Frassinello Maremma Toscana, da safra 2008, que ganhei de presente de um amigo (ele me trouxe diretamente da Itália). A partir de quantos anos vc acha possível abri-lo?
    Ele é vendido pela Vinci (R$ 284,00), mas a safra que eles tem lá é a de 2004.
    http://www.vinci.com.br//Product.aspx?idProduct=0767040

    Abraço,
    Rubão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rubão,
      Ainda não tive a oportunidade de provar, e na verdade estou bem curioso. Pessoalmente não tenho muita paciência em esperar o ápice da maturação e o abriria logo (já cometi vários "infanticídios", ehehehe), mas se você tiver, eu sugiro esperar mais um par de anos.
      Obrigado pela visita.
      Abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...