quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Vinho e pornografia

Afastem as crianças dos monitores: hoje falamos de vinho pornô!

Os americanos são notoriamente liberais e modernos ou restritivos e conservadores. Falando deste segundo aspecto, o caso deste rótulo em foto do Château Mouton Rothschild 1993 já é famoso: desenhado pelo célebre pintor Balthus, foi proibida a importação nos EUA com a acusação de pornografia. Olhem bem. Pornográfico!

Bom, se isso parece um absurdo então este novo caso é o cúmulo do absurdo: o Château Haut Gay não está podendo exportar o seu vinho nos Estados Unidos por causa de seu rótulo “luxurioso”.

O Bureau of Alcohol, Tobacco, Firearms and Explosives (ATF) não gostou de alguns versículos dos "Fleurs du mal" de Charles Baudelaire citados no rótulo da garrafa, considerando-os um "incentivo ao comportamento lascivo”.

Procurei no texto do poema "A alma do vinho", e mesmo com toda a fantasia da qual sou dotado, não tenho encontrado nenhum incentivo a luxúria. A não ser que uma frase como “Hei de acender-te o olhar da esposa embevecida” possa ser considerada luxuriosa...

Please conferem aqui o texto integral do poema e me relatem as frases incriminadas ou pelo menos suspeitas, talvez meus parâmetros de avaliação sejam diferentes...

2 comentários:

  1. Li, reli, achei o poema belíssimo e nada pornográfico, e olha que tenho uma mente beeem suja. O poema exalta muito o prazer de beber o vinho e tem palavras (peito abrasante, seios, enrija, semeador) que para os puritanos americanos soam como pornografia. Vai saber o que pensam...
    Abs

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, li o poema e achei muito belo, não consegui extrair dele nada pornográfico.
    Boa noite e boa semana.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...