sábado, 7 de agosto de 2010

Um vinho de “gala”

Semana passada fui visitar o casal de amigos Graciela (mundialmente conhecida como Gury) e Zanio, que acabam de ter uma linda nenezinha (Anne), e me lembrei deste vinho que muito gentilmente trouxeram pra mim em ocasião de última viagem deles a Argentina.

Este Gala 1 2007 faz parte das linhas tops da vinícola, os chamados de “Selectos da Família Arizu”, e é basicamente um Malbec (85%), mas cortado atipicamente com parcelas de Petit Verdot e Tannat. Vinhedos em Lujan de Cuyo, Mendoza.

O que primeiramente chamou a atenção foi a caixa de presente da própria vinícola e a linda garrafa: poderia ficar falando dos detalhes o post inteiro, mas vocês querem saber das coisas concretas, aliás das coisas liquidas, não é? Tá certo.

Enfim depois da embalagem chiquérrima a expectativa cresceu, já imaginou todo este charme para um vinhozinho sem graça?

Mas obviamente não fui desapontado.

É um protótipo de vinhaço de novo mundo: potente (14,5° de álcool), perfumado e macio. Não por acaso ganhou 92 pontos pelo Robert Parker. Os aromas explodiram no nariz, muita baunilha, cerejas e ameixas. Na boca um belo corpo, carnudo, muita estrutura, taninos aveludados, equilíbrio, madeira (14 meses em carvalho novo) e boa persistência. Recomendado para quem gosta do gênero.

Este vinho se encontra também por aqui, é importado no Brasil pela Decanter.
Mas não vem com a minha embalagem, sorry.


3 comentários:

  1. Olá...vc esqueceu de falar o preço da beldade na Decanter, é acessível?

    Saúde!!!

    ResponderExcluir
  2. É verdade, mas não esqueci, só achei pouco elegante falar do preço pois foi um presente. Mas como vc está perguntando, qualquer coisa vou repassar o mico pra você (rsrsr): deve custar na faixa de R$ 100,00.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Ops, desculpa, nem me toquei...rsrsrs
    Pra um bom momento, vale a pena e pela sua descrição deve ser muuito bom.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...