quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Como tornar seu vinho simples num grande vinho


Conversando com uns amigos sobre novos acessórios e bobagens que pontualmente aparecem a cada minuto no mundo do vinho, me lembrei deste mirabolante produto que recentemente vi a venda numa loja de Nova York:


O que parece ser uma simples garrafa de madeira na verdade é um sofisticado instrumento para tornar seu jovem vinho barato num grande vinho maduro e complexo. O procedimento é simples: abra sua garrafa de vinho, coloque o conteúdo na garrafa de madeira, esqueça no armário por alguns dias e voilá: seu Reservado da vida se transforma num Barolo!

Só que não. O vinho vai “ganhar” aromas e sabores de madeira e, seriamente eu recomendaria mesmo...para que não gosta de vinho.

Os bem informados sabem que na verdade o gosto de madeira é tecnicamente para ser considerado um defeito: o estágio em carvalho serve principalmente a amaciar as asperezas do vinho, e acrescentar complexidade e estrutura, mas o certo seria não perceber os aromas e sabores da madeira. Acontece pelo contrário que a partir de vinhos defeituosos, o novo consumidor de vinho começou a gostar daqueles aromas típicos do carvalho, assim que as vinícolas (algumas) começaram a colocar aquele defeito intencionalmente, até chegando ao ponto de colocar madeira no vinho, ao invés de vinho na madeira (veja aqui ).

Até aqui tudo bem (na verdade não), mas esta garrafa de carvalho me pareceu uma verdadeira ofensa para quem aprecia vinho. Um vinho produzido sem estágio em madeira é produzido para ser tomado jovem e fazer estas alquimias simplesmente vai desnaturar o produto final e o trabalho do enólogo. Tem muito vinho simples gostoso, porque vai querer fazer isto com ele?

A garrafa de carvalho é produzida inclusive com vários aromas adicionais, portanto além da pura madeira você pode escolher entre canela, cereja, café, fruta cítrica, fumo, etc. para poder orgulhosamente criar em casa seu vinho falsificado. As garrafinhas saem pela bagatela de 80 dólares cada.

Não tive a infelicidade oportunidade de testar o produto, mas acho que vou sobreviver sem. O fabricante sugere manter o vinho na garrafa por um tempo de 24 a 96 oras, dependendo da intensidade dos aromas desejada, ou seja o tempo necessário para que seu vinho jovem estará já oxidado. Resultado: vai tomar um vinho estragado, com aromas de madeira. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...