quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Grand Cru Tasting (breve resumo e um Bolso Esperto)

Convidado ao recente Grand Tasting Rio da importadora Grand Cru, seguem minhas impressões.
Primeiramente vale ressaltar a organização, praticamente impecável, que juntamente ao limitado número de participantes, tornaram o evento muito agradável e proveitoso, com a possibilidade de poder degustar e conversar (com os produtores/representantes das vinícolas ou simplesmente com amigos e colegas) em toda tranqüilidade, sem ter que brigar com multidões para conseguir um gole.

Mas vamos ao conteúdo (das taças). Entre os cerca de 200 vinhos em degustação, deu tempo pra degustar “somente” 16 rótulos (pois tive que correr para pegar um vôo para São Paulo), mas fiquei bastante satisfeito com as escolhas. Além dos previsíveis grandes vinhos de estrelas como Vina Cobos (seu Cobos Bramare Malbec Marchiori é absolutamente fantástico), Santa Rita, Allegrini, Matarromera, uns vinhos me deixaram particularmente a marca.

Primeiro o Syrah da Matetic, vinho biodinâmico, não exatamente fácil de gostar para todo mundo, porém de extraordinária expressão e muito gastronômico.

Mas os melhores da noite foram pra mim uns italianos (será por que, hein?).
De Brancaia já falei por aqui, mas além do Tre e do elegantíssimo Il Blu  (um dos meus supertoscanos favoritos ever!) o Ilatraia é mais um supertoscano imperdível, e o seu Chianti Classico, mesmo mais simples, é uma verdadeira delícia.

Autêntica surpresa foi Ruggeri, especializada em Prosecco. Seu Giustino B. Extra Dry, da denominação Valdobbiadene Prosecco Superiore DOCG, é um dos melhores proseccos que já provei, complexo, saboroso e refrescante (3 Bicchieri Gambero Rosso).

Mas o ganhador da noite pra mim, em termos de relação preço/qualidade foi o San Pancrazio Chianti DOCG. Com uma proposta simples e descontraída, sem passagem em madeira, é um vinho como se diz em italiano, “da tutto pasto”, ou seja, que harmoniza bem com qualquer comida a partir de petiscos/entradinhas, passando por uma boa massa, fica bem até com um peixe leve e segura também uma carne. Por R$42,00 eis mais um Bolso Esperto.

P.S. um agradecimento especial à Monica da Grand Cru pelo convite e à Isabelle do Sawasdee pela agradável companhia.


2 comentários:

  1. Amigo,

    O post está um pouco confuso. Com os 93 pts, o Viticcio Chianti Classico Riserva 2007 ficou no citado 40º lugar entre os Top100 da WS pra 2010. Não encontrei nenhuma avaliação da WS pra vinhos da Fattoria San Pancrazio.

    Abç,

    Pedro

    ResponderExcluir
  2. Pedro, é verdade: é que o Sr. Priami (da San Pancrazio) me serviu também os vinhos da Viticcio fazendo a maior propaganda deles...Talvez sejam 2 empreendimentos da mesma família... De qualquer forma a sua observação é corretíssima e já corrigi o post. Desculpa a confusão e obrigado pelo seu comentário.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...