quarta-feira, 28 de julho de 2010

Vinho e cinema

Falamos por aqui do BBB, mas desta vez vou comentar sobre AAA. Não, não é o Auto Atendimento Americano, do qual também falamos, mas trata-se da classe social em ascensão no Brasil.

“Brasil, País de pobres”. “A crise afeta os consumos”. Quantas vezes já ouviu frases como estas? E de repente me deparo com esta notícia: no Rio de Janeiro será construído um novo mega-shopping de luxo, voltado para classe AAA. Nos moldes do Cidade Jardim de São Paulo, a obra foi orçada em 350 milhões de reais, 100 milhões a mais do que custaria um shopping convencional. O VillageMall com suas lojas de grifes de luxo suprirá a demanda dos rições que andam soltos por ai. Um estudo feito em Boston evidenciou que a quantidade dos milionários no Brasil aumentou de 20% somente no último ano. Infelizmente eu não estou nesta estatística. Por enquanto.

Mas o que tudo isso tem a ver com vinho? O que chamou a minha atenção foi ler que este shopping terá salas de cinema premium, com poltronas reclináveis, de couro, que nem classe executiva de aviões. E as atendentes servirão vinho e pipoca com azeite trufado, pagos a parte obviamente. A parte a duvidosa harmonização (e também não quero nem imaginar quanto custaria assistir um filme deste jeito!) a minha pergunta é: é preciso estar em um cinema de luxo para tomar vinho? Por que essa idéia não é lançada também em cinemas tradicionais? (Flavio, cadê você? Esta é mais uma dica para seu negócio!). Chega de associar sempre vinho com luxo. O vinho tem que fazer parte do quotidiano de todo mundo e talvez a oportunidade de tomar um gole no cinema seria um jeito para democratizar ainda mais a nossa amada bebida.

O que vocês acham? A minha idéia faz qualquer sentido ou estou ainda delirando?

Mas cuidado com a quantidade, pois pode dar sono e de AAA vai até o fundo do alfabeto para se tornar em ZZZ...e boa noite, perdeu o filme! Zzz...

4 comentários:

  1. Oi Mario,
    Não acho sua idéia delirante, já que, na minha casa costumo assistir filmes acompanhada de um bom vinho. Para isso dar certo aqui no Rio, basta os cinemas se adequarem incluindo no lugar que vende pipocas e refrigerantes, umas garrafas de vinho com taças descartáveis. Se vai harmonizar com pipoca não sei, pois nunca experimentei, mas gostei da idéia.
    Abs

    ResponderExcluir
  2. Caro Sr.Trano,
    meu chará como se diz aqui no Brasil,
    tenho usado a sua atualização semanal em gostar vários vinhos diferentes e indicar, caridosamente, o seu melhor aqui. Tenho gostado, pois vou direto nos BB e até no BBB.
    Entretanto, fiquei curioso, porque, semana passada, vc me disse que ficasse de olho no próximo "post" da série BB (Bom e Barato) e não consegui ver. Já foi postado? Ou estou muito ansioso? Desculpe-me a pergunta...É uma simples dúvida, até porque tenho que lhe agradecer antes de lhe pedir ou cobrar algo.
    Obrigado,
    e, se o post não saiu ainda,
    quando for o tempo, virá...
    Abraço,
    do seu chará,
    Mario (sem acento tb)

    ResponderExcluir
  3. Mario,

    Eu que agradeço pela leitura e pode me cobrar sim! Realmente estou lhe devendo o novo post do Bolso Esperto, mas como esta semana tinha outras notícias interessantes ficou para trás. Prometo que em breve, se tiver um pouco de paciência, vou escrever o esperado post. Por enquanto no próximo, que vou publicar ainda hoje, tem um vinhozinho interessante que pode entrar na categoria do B.E.
    Muito grato pela compreensão e fidelidade, meu chará!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá, gostei do post. Sabe que a idéia de tomar uma tacinha de vinho no cinema é boa!(sem o luxo, é claro!)
    Falando-se da difícil harmonização, o vinho rosé vai bem sim.

    Um brinde!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...