quinta-feira, 8 de julho de 2010

Château Coca-Cola safra 1850

Vocês sabiam que a Coca-Cola no começo era um vinho?
Nada de milagres ao contrário, seja claro, mas uma simples conversão devida ao Sr. Pemberton, fundador da empresa.
Em 1850 o Sr. Pemberton vai para Paris, onde descobre um vinho fortificado com as folhas da planta da coca que os franceses usavam para acalmar a dor de cabeça. O americano gosta muito do produto e decide de importá-lo nos Estados Unidos com o nome de French Wine Coca. Mas o produto não emplaca até quando as leis americanas mudam, forçando Mr. Pemberton a substituir o vinho com uma água açucarada e gaseificada. É um sucesso involuntário: sem o álcool a bebida é adapta para adultos e criança e vende que é uma beleza. Mesmo assim o fenômeno não consegue sair da dimensão local, até quando em 1891 um empresário de Atlanta, Asa Candler, compra a empresa e a batiza com o atual nome The Coca-Cola Company. Daí o resto é notório: hoje é a marca mais valiosa do mundo, cerca de 70 bilhões de dólares, um valor dificílimo de alcançar para qualquer vinho.
Uma história assim é repetível? Não sei, mas vou dar uma dica: estão estudando uma lei sobre o vinho sem álcool e, quem sabe, talvez um Lambrusco analcoolico...


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...