sexta-feira, 8 de abril de 2011

O primeiro vinho pós-guerra

Chegam as primeiras garrafas da Bósnia-Herzegovina produzidas nos vinhedos destruídos ou abandonados na terrível guerra que devastou o País em 1992. A Cooperativa Vinícola “Vino Daorson” nasceu graças a um projeto de solidariedade todo italiano, o vinho será apresentado em estréia absoluta nestes dias em Verona na feira Vinitaly (7-11 de Abril).

O projeto italiano tem oferecido apoio para o plantio de novos vinhedos (15 hectares) das duas variedades nativas Zilavka e Blatina.

Os danos da guerra tem sido enormes. Agora, a tentativa de uma renascença, mas com enormes dificuldades, como a incapacidade de obter financiamentos, equipamentos obsoletos e em mau estado, a falta de uma política para o desenvolvimento do setor. 

A Itália ajudou na construção da moderna adega equipada com máquinas tecnologicamente avançadas, materiais para o enxerto e o sustentamento das vinhas e, sobretudo formação, assistência técnica e supervisão durante a inteira fase da vinificação.

Enfim, certamente um projeto louvável do meu País que traz ao mundo um vinho novo com aromas de esperança, sabor de paz e retrogosto de recomeçar a viver.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...