segunda-feira, 18 de abril de 2011

A foto que está dividindo a América

A foto da atriz Kate Hudson que toma uma inocente taça de vinho em um restaurante está sendo comentada em todas as redações da imprensa americana: “What? Que inocente que nada! A Kate está grávida e não deve beber álcool”, mas também “Come on! Um golinho de vinho de vez em quando até faz bem para o bebê, até os médicos o dizem” são as opiniões opostas que estão dividindo os EUA.

Agora, Kate a parte (da qual, honestly, pouco nos interessa), a questão vinho & gravidez é interessante e controversa.

Pelo que eu saiba, em geral se fala que álcool não deve ser tomado durante a gravidez e muitos rótulos levam até um desenho de uma mulher de barrigão com uma barra vermelha em cima para indicar o sinal de proibição.
Mas a ciência muda de idéia a cada minuto, não é? E normalmente o que vale para alcoólicos em geral, vale menos para o vinho, cujas propriedades benéficas são notórias.

Sinceramente não sei, a única coisa que posso dizer a respeito é que eu conheço várias mulheres que beberam vinho durante a gravidez inteira: nunca tiveram problema nenhum e hoje os filhos estão uma maravilha. E até uns ginecologistas recomendaram para elas um gole de vinho nas refeições para ajudar a digestão (isto na Itália, aqui por enquanto não tenho relatos).

Enfim, vinho em gravidez sim ou não?
Pessoalmente não tenho dados científicos para apoiar uma o a outra teoria.
Então deixar aqui o seu comentário a respeito é a obrigação moral do dia. A menos que não tenham coisas melhores para fazer, obviamente.

2 comentários:

  1. Está um pouquinho tarde, mas vamos lá:
    No Jornal Vinho&Cia, nº 59 ou 60 (agora não me lembro bem) tem uma reportagem sobre uma pesquisa que foi feita entre a relação vinho x gravidez. Resumindo e concluindo.... não houve diferença para o feto/filho entre as que beberam e as que não beberam. Mas, comentou-se que os filhos das que beberam moderadamente (vinho, é claro) eram um pouco mais espertos que os filhos das mulheres que nada beberam. De qualquer forma, as pesquisas ainda precisam ser mais aprofundadas.
    Minha opnião de bebedor de vinho é: se minha mulher ficar grávida, permitirei beber moderadamente.

    ResponderExcluir
  2. Cheers,
    Muito obrigado pelo seu acréscimo. Bom saber que a teoria tem também um suporte cientifico.
    Obrigado por visitar e comentar.
    Volte sempre,um abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...