quinta-feira, 15 de abril de 2010

Critérios de avaliação gringa

Pardon, antes de começar gostaria somente de esclarecer umas coisas (devem já estar me achando chato não è?)

Pessoalmente não gosto destas pontuações tanto na moda, pois acho que cada vinho tem a própria singularidade e expressão (devem já ter notado como um RP91 é diferente de um outro 91 do mesmo crítico), enfim, além da nota ser exclusivamente pessoal, não da para ter critérios únicos para uma avaliação homogênea.

Mas como hoje em dia o mercado pede este tipo de competição e as pessoas têm sempre menos tempo, no limite do possível se for um vinho pontuado irei colocar as notas. E pelo mesmo motivo vou colocar também a minha nota pessoal (voto gringo), assim que quem de vocês não tiver saco para ler todas as bobagens que escrevo, pode ir diretamente ao fundo do post e ver qual a minha avaliação em números.

Não sendo Robert Parker, nem Jancis Robinson (neste caso teria até que mudar de sexo antes!), nem o Gambero Rosso, nem o Decanter, graças a Deus não tenho que avaliar os vinhos em escala 50/100, nem em 0/20, nem em 1-3 bicchieri e nem em 1-6D.
Então não vou inventar nenhuma nova escala para fazer pose e vou avaliar os vinhos na mais clássica escala de notas, aquela que aprendemos desde pequenos na escola:
de 1 a 10.

2 comentários:

  1. Muito bom, eu não gosto dos críticos, mas vou avaliar os vinhos de agora em diante também. Só que minha avaliação será de 1-5, pois até 1-10 dá muito trabalho, que dirá até 1-100, kkkkkkkkkkkkk. òtimo post. Nota do post: 5,0+ (pois bebi um vinho nota 10, ops, nota 5). kkkkk, abraços, Rodrigo

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha, grande Rodrigo!
    Muito obrigado e um grande abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...