sexta-feira, 30 de abril de 2010

Avaliação gringa: Olé! Olé! Andale, Toro!

Vinho de velho mundo é outra coisa, não é?

Não necessariamente melhor, mas é outra coisa se comparado com chilenos, argentinos, sul-africanos e americanos.

Neste ultimo ano tive uma queda para vinhos espanhóis, está  se tornando mais que um caso, estou traindo minha pátria! Estou gostando muito mesmo, para eles juntarem, em muitos casos, modernidade e tradição.

É o caso deste tinto da região do Toro (falei de traição e aí vem o “corno”) que ultimamente está sempre ganhando mais espaço no mapa dos vinhos do mundo.


Vinho: Taurus Roble

Safra: 2005

Produtor: VillaEster

País: Espanha

Região: Toro

Importadora: Obra Prima

Custo médio: R$ 60,00





É feito com 100% tempranillo (ou tinta de toro, como é chamada esta uva nesta região), de vinhedos de mediamente 40 anos de idade e estagia em barrica de carvalho por 4 meses para a madeira não predominar sobre a fruta.

Tem cor rubi escura, aroma de tabaco e couro, na boca é bastante sedoso e elgante, com taninos firmes (mas redondos), intenso e com notas minerais.

Lembrando que não é filtrado (para conferir maior profundidade e complexidade) a casa sugere decanta-lo antes de beber.

Voto gringo: 7

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...