quinta-feira, 15 de abril de 2010

Avaliação gringa: gatos californianos em Mendoza

Bom, seria banal começar a coluna com um vinho italiano, não è? Então para não ser banal escolhi um vinho duplamente gringo. Duplamente porque é um vinho feito por um americano na Argentina. Vamos lá.



Vinho: Felino Malbec

Safra: 2008

Produtor: Viña Cobos

Pais: Argentina

Região: Mendoza (Luján de Cuyo)

Importadora: Grand Cru

Custo: R$ 70,00

 
 

Paul Hobbs é um dos mais cultuados nomes da enologia dos Estados Unidos (e do mundo); produz vinhos soberbos na Califórnia (somente em safras especiais) e resolveu ampliar os próprios negócios tentando trazer o melhor do terroir de Mendoza.

E parece estar conseguindo. A Viña Cobos é a vinícola da America Latina mais pontuada pela imprensa internacional (o Cobos Malbec 2006 recebeu a beleza de 99 pontos pelo amado/odiado Robert Parker).

Este Malbec é da línea base “Felino” e recebeu 91 pontos pelo crítico americano.
Independente disso me impressionou positivamente. É o protótipo de vinho do novo mundo: muita fruta, encorpado, macio, bastante álcool e uma leve doçura no final.
No nariz uma explosão de fruta madura (fiquei alguns minutos só nos aromas, farejando o copo feito cão anti-droga) sensação que se confirma na boca, junto com algo tostado. Bom corpo, taninos redondos, equilibrado e com uma boa estrutura, conseqüência do amadurecimento de 8 meses em barrica de carvalho francês e americano (21% novos).

Afinal achei um vinho muito agradável e fácil de beber, um bom jeito de conhecer a enologia do Paul Hobbs cujos vinhos californianos costumam ser bem mais caros.

Voto gringo: 8

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...