quinta-feira, 30 de abril de 2015

Um vinho que me fez viajar para casa

Obviamente sou suspeito quando o assunto é vinho italiano. E ainda mais suspeito em falar desta casta, desta região e desta empresa vinícola: pois a aglianico é a principal uva da minha Campania e o Mastroberardino o principal produtor, cuja história remete ao ano de 1878. Praticamente fui criado com os vinhos dele e só de olhar seus rótulos é como viajar para casa.

Vale ressaltar que a aglianico de fato não é apenas a uva mais importante e expressiva da região Campania e sim do inteiro sul da Itália. A casta é chamada frequentemente de nebbiolo do sul, por sua carga tânica, grande complexidade e longa capacidade de guarda. Mas diferente da nebbiolo costuma ter mais cor e corpo, o que a torna bem interessante também para quem gosta de vinhos com mais "presença".

Não precisa ser italiano (menos ainda campano) para gostar de aglianico, tanto que os enófilos mais exigentes mundo afora, e inclusive no Brasil, costumam colocar os vinhos feitos a partir desta variedade entre seus preferidos. Um deles é o meu amigo Tom Meirelles, que aprecia bastante as qualidade da casta e sempre costuma me surpreender e alegrar trazendo pra mesa de nossos encontros os vinhos da minha região.

Uns vinhedos de Mastroberardino

Recentemente apareceu com esta preciosidade: Mastroberardino Historia Naturalis Irpinia 2000. É um vinho obtido com 85% de uvas Aglianico e 15% de Piedirosso de um vinhedo de mais de 40 anos de idade, que matura por 18 meses em carvalho e mais 12  em garrafa.

Com 15 anos de vida o vinho estava ainda inteirinho. Nariz amplo e complexo com tomilho, violeta, groselha, amora, chocolate, tabaco e notas balsâmicas. O sabor é quente e envolvente, com excelente estrutura e maciez e notas de ameixa, cereja amarga, framboesa, geléia de morango, especiarias, pimenta preta. Um vinho de grande equilíbrio, com acidez marcante, taninos amaciados pelo tempo e longo final de boca. Perfeito com pratos de carnes elaborados e queijos maduros.

Foi uma bela volta para casa, mas durou apenas 20 minutos, o tempo que demoramos para esvaziar a garrafa. 

----------------
Veja também: 

Itália: os vinhos tops da Campania 

Este vinho merece um monumento 


O nosso belo exemplar de Historia Naturalis 2000
.
Vinho:
Historia Naturalis Irpinia IGT
Safra:
2000
Produtor:
Mastroberardino
País:
Itália
Região:
Camapnia
Uvas:
100%
Álcool (Vol.)
14%
Importadora
Mistral
Preço médio
R$ 360
Avaliação internacional
RP91; WE90
Avaliação MV
**


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...