quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Os crus da Provence

Voltando à conversa sobre a classificação de crus na Francia, estamos quase chegando ao final, faltando 3 regiões. A região do post de hoje é uma terra linda e charmosa, onde a paisagem bucólica das uvas que se confundem com a lavanda corre até a badalada riviera francesa. Aqui se produzem os melhores rosés do mundo, obviamente estou falando de:

Provence

A classificação dos vinhos provençais é basicamente no modelo de Bordeaux. Em 1895 um grupo de produtores da área de Var se uniu em consórcio para tentar valorizar a viticultura local. Em 1947 o INAO (Institut National des Appellations d’Origine) identificou e avaliou 23 “domaines” como os melhores da região e em 1955, foi reconhecido o titulo de cru classé para 18 deles.
Quase todos (14 de 18) constituíram oficialmente o “Club des Crus Classés des Côtes de Provence”, tendo como objetivo o de estabelecer e transmitir a identidade de cru classé da região.
São eles: Château de Brégançon em Bormes-les-Mimosas , Clos Cibonne em Le Pradet , Château du Galoupet em La Londe-les-Maures , Domaine du Jas d’Esclans à La Motte , Château de Mauvanne à Hyères , Château Minuty em Gassin , Clos Mireille em La Londe-les-Maures, Domaine de Rimauresq em Pignans , Château Roubine à Lorgues , Château Ste. Marguerite em La Londe-les-Maures, Château St. Maur à Cogolin , Château Ste. Roseline em Les Arcs , e Château de Selle em Taradeau.

Vale ressaltar que Provence tem os únicos crus classé rosé (exceto Champagne, mas espumante é outra categoria), o que diz tudo sobre a qualidade destes vinhos.




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...