quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Adeus bouchonné: novo método promete a eliminação total do cheiro de rolha!

De volta ao blog depois de breve viagem ao Canadá e EUA para o lançamento de um novo rótulo de uma das vinícolas com que trabalho (N.D. a sensacional Vignamaggio - by the way, estamos procurando importador no Brasil).

Uma boa notícia para os amantes da rolha de cortiça vem justamente do meu País. Uma empresa italiana patenteou um método que garante a eliminação do fenômeno mais temido pelos produtores de vinho do mundo inteiro: os técnicos o chamam de TCA (tricloroanisol), os enófilos de bouchonné, mas é mais conhecido aos demais como cheiro de rolha.

A empresa Brentapack da região italiana de Trentino, em colaboração com o departamento de Física da Universidade de Trento conseguiu elaborar uma patente Made in Italy, que consiste na descontaminação das vedações em cortiça para a indústria vinícola. Basicamente se trata de um processo de higienização da rolha, o que permite eliminar o risco que ela seja atacado pelo irritante fungo.

“Um marco importante para a indústria do vinho e uma alternativa viável ao uso de materiais sintéticos. Uma solução que garante mais competitividade ás empresas, resolvendo um problema que envolve um prejuízo econômico substancial" afirma o proprietário da Brentapack, Gianni Tagliapietra. Estima-se que as perdas sofridas pelas vinícolas por causa da contaminação por TCA sejam de 2- 5% do vinho engarrafado: um valor que, se é insignificante para o consumidor, é de fato considerável para o viticultor, especialmente para grandes produções.


Nesta primeira fase do projeto, a empresa, com pouco mais de 1 ano de vida, conseguiu redução muito significante do TCA, e vender o uso da patente para o exterior. O próximo passo será a eliminação total do fenômeno. 


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...