quinta-feira, 4 de julho de 2013

Espanhol surpreendente

Este vinho foi gentilmente oferecido pelo amigo Duda Zagari da Confraria Carioca enquanto conversamos sobre negócios. Minto: de fato a conversa de negócios foi acompanhada por água (como é justo que seja) e somente quando o assunto foi encerrado, nos descontraímos com este ótimo tinto.
Vynia L´Hereu de Seró é uma vinícola familiar localizada dentro da denominação de Costers del Segre, na Catalunha. A bodega produz somente 2 vinhos, o Petit Grealó e o Flor de Grealó, que eles definem como “vinos ecológicos”, pois são produzidos cuidadosamente com cultivo orgânico e métodos naturais.
Provamos o Flor de Grealó 2004. Quando vi que a garrafa que estava sendo aberta tinha 9 anos de idade fiquei achando que o vinho pudesse estar já morto ou pelo menos passado do ápice da maturação e na parte decrescente da curva de maturação. Engano enorme: estava tudo inteirinho, sem nem um sinal de evolução.
É um corte de uvas francesas, as melhores seleções dos vinhedos próprios de merlot, syrah e cabernet sauvignon, maturado 1 ano em barricas de carvalho.
É um vinho bem complexo tanto nos aromas quanto no paladar. Ameixa, alcaçuz, hortelã, notas minerais, mais um toque de cacau e café. A textura é muito sedosa e a boa estrutura é mantida por um grande equilíbrio entre acidez e taninos doces. A madeira ficou bem integrada ao conjunto e o final pede mais um gole. Muito bom mesmo.

Vinho:
Flor de Grealó
Safra:
2004
Produtor:
Vynia L´Hereu de Seró
País:
Espanha
Região:
Catalunha - D. O. Costers del Segre
Uvas:
Merlot (40%), Syrah (30%), Cabernet Sauvignon (30%).
Alcoól (Vol.)
14%
Importadora:
Península
Custo médio:
R$ 180,00

2 comentários:

  1. Grande Mario,
    Valeu pela dica! Devidamente anotada! Eu tenho apreciado vinhos naturais espanhóis e até o momento, sempre tive ótimas experiências com eles.
    Grande abraço,
    Flavio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Flavio,
      Eu que agradeço você por estar sempre por aqui. Realmente a Espanha está com tudo neste últimos anos e até com vinhos naturais não fica devendo em nada aos outros Países produtores.
      Grande abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...