domingo, 16 de setembro de 2012

Qual é o vinho mais conhecido da Itália? Vai se surpreender!

Apresentei este vinho numa minha recente palestra/degustação e o pessoal ficou surpreso em saber que este é o rótulo italiano mais conhecido no mundo. Pois é: Itália, terra de grandes tintos, famosa mundialmente para seus Brunellos, Barolos, Amarones e Supertoscanos. Com este panorama seria fácil chutar a resposta: Sangiovese? Nebbiolo? Corvina? Nenhuma delas. Paradoxalmente a uva em questão não vem das badaladas regiões de Toscana, Piemonte ou Veneto, e ainda por cima  trata-se de uma casta branca: a Pinot Grigio. Nos últimos anos virou uma febre lá fora, sobretudo nos mercados norte-americanos e asiáticos. E, especificamente, este Pinot Grigio da Santa Margherita é o best seller absoluto. 
Procedente de vinhedos da região (quase desconhecida aos demais, mas adoradas pelos enófilos de carteirinha) de Trentino Alto Adige, no nordeste do País, este rótulo ficou famoso por ter sido o primeiro a ser trabalhado da forma que conhecemos a casta até hoje, trazendo uma interessante inovação.
A pinot grigio (ou pinot gris) é uma uva originária da Hungria, mas é no norte da França que estabeleceu sua residência estável, especificamente na Alsácia. A casta é na verdade rosada, pertencendo mais à família dos tintos que dos brancos, e produzia historicamente vinhos de cor ferrugem - grigio significa cinza. Foi na década de 1960 que os enólogos da Santa Margherita tiveram a intuição de vinificar a uva em branco (ou seja, separando logo as cascas do mosto), criando assim um branco diferente e inovador que, de qualquer maneira, revolucionou a enologia italiana e internacional.

De fato este Valdadige é muito agradável, entregando belos aromas de fruta branca tipo banana, maçã e pêra (quase nada de cítrico), tem ótima acidez  e uma sensação de mouthfiling (volume na boca) e complexidade e resíduos de taninos, vindo da fibra da casta que é basicamente tinta.

Fica perfeito com frutos do mar, peixe grelhado e sopas ricas e o baixo teor alcoólico faz que uma taça chame a outra.

Voto gringo: 8

Vinho:
Pinot Grigio Valdadige
Safra:
2010
Produtor:
Santa Margherita
País:
Itália
Região:
Trentino Alto-Adige
Uvas:
100% Pinot Grigio
Alcoól (Vol.)
12%
Importadora:
Costazzurra
Custo médio:
R$ 60,00



  

4 comentários:

  1. a pinot grigio realmente é sensacional...pena q aqui no brasil damos pouca atenção aos brancos...

    ResponderExcluir
  2. Neto,
    Realmente é um mistério o fato do brasileiro não apreciar muito os brancos, pois na verdade, em vista do clima e de boa parta da gastronomia nacional, deveriaser o tipo de vinho mais consumido...é uma pena mesmo.
    Obrigado pela visita e pelo seu comentário.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Estive na sua palestra, e realmente fiquei surpresa com esta informação.
    O vinho é realmente muito bom! E com certeza, sua refrescância cairia muito bem neste clima braseiro do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Marcia,
      Será que um dia o brasileiro vai mudar de hábitos e destruir preconceitos sobre vinho branco? Difícil, né..?

      Obrigado mais uma vez pelo seu carinho!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...