terça-feira, 13 de junho de 2017

Da Bulgária para o mundo!

Aos poucos os vinhos búlgaros estão se tornando mais populares internacionalmente (inclusive no Brasil). Até que enfim, eu diria! Pois falamos da região do mundo onde provavelmente tudo começou, pois se acredita que mesmo ali, cerca de 4500 anos antes de Cristo a nossa amada bebida nasceu.

A vinícola Stambolovo é uma das mais conhecidas da Bulgária, e está situada no vale do Trácia, próxima às fronteiras com Grécia e Turquia, justamente na rota principal que levou os primeiros vinhos para a Europa central.

Com mais de 80 anos de tradição e prêmios acumulados ao longo dos anos, produz uma boa gama de vinhos brancos e tintos a partir de castas autóctones e internacionais. Já provei vários rótulos, todos de excelente qualidade. Inclusive uns anos atrás coloquei o Merlot AOC da Stambolovo  numa degustação onde apresentei 9  merlots do mundo, e este búlgaro surpreendeu todo mundo quando comparado com 8 outros rótulos de  vinícolas e países  bem mais badalados.

Uma trabalhadora nos vinhedos em traje tradicional búlgaro

Hoje vou falar aqui de 2 um tinto e de um branco da linha Estate (um pouco abaixo da linha citada acima, mas de qualidade similar e preço melhor).

Stambolovo Estate Sauvignon Blanc 2015


É um sauvignon blanc bem no estilo europeu, sem aquele caráter vegetal e o maracujá acentuado que estamos acostumados a encontrar em vinhos feitos desta uva no Novo Mundo (especialmente no Chile). Ele mantém estas características, mas de forma mais delicada e harmônica com o resto do conjunto, onde também aparecem maça verde, limão e camomila. Na boca é muito equilibrado, acidez e notas doces se contrastam perfeitamente, deixando um final ao mesmo tempo fresco e untuoso. Bem agradável.


Stambolovo Estate Merlot 2015






A uva merlot é o carro-chefe da casa (inclusive a vinícola tem disponíveis no mercado alguns merlots de safras antigas que devem estar uma belezinha) e este não faz por menos. Apesar de ser um tinto leve, tem bastante complexidade aromática, (flores, baunilha, amoras, ameixas, notas terrosas) e na boca é um veludo, onde mais uma vez o equilíbrio é a principal constante sensorial entre fruta, acidez e tanino. Um tinto impossível de não agradar feito com esmero e competência.


Estes vinhos estão disponíveis na Winelands, importadora especializada em produtos diferenciados e surpreendentes.  

2 comentários:

  1. Outro vinho da Bulgaria e onde comprar:
    https://www.novavinhos.com/todos-os-vinhos/1029-bulgaria-thracian-valley-soli-pinot-noir-2015-eduardo-miroglio/#

    Thracian Valley Soli Pinot Noir
    Safra: 2015
    Produtor: Eduardo Miroglio. Bulgária.
    Castas: Pinot Noir 100%
    Avaliação: (09) Decanter 90/100
    Grau alcoólico: 13 % Vol.

    Rico empresário do ramo têxtil, Edoardo Miroglio, italiano do Piemonte, já proprietário da Tenuta Carreta, produtora de Barolos e Barbarescos, encantou-se com o potencial inexplorado do Vale dos Thraces na Bulgária e fundou sua vinícola, de 200 hectares, em Elenovo em 2000. Produz várias linhas de vinhos e entre elas um excepcional Pinot Noir, Soli, destacado repetidamente pela respeitada revista inglesa Decanter com estes comentários:
    Decanter: "Do Vale dos Thraces na Bulgária, 4 clones de Dijon plantados em solos arenosos para produzir um vinho encantador, levemente rústico, lembrando o estilo dos Santenay Villages com uma fruta de qualidade surpreendente. Da Bourgogne em aromas e sabores, da Bulgária em preço."
    Decanter: "Miroglio, cuja fortuna foi feita na produção têxtil, revelou com este vinho o potencial do Vale dos Thraces. Suave como seda e com fumaça e pão grelhado nos aromas, revela violetas e camadas de morangos silvestres no paladar. Um Pinot Noir elegante e contido."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Já provei e concordo, bom vinho.
      Obrigado pela sua contribuição, Notwen!
      Abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...