quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Provando a melhor compra do mundo (segundo a WE)!

O vinho n.1 da lista Top 100 Best Buy do mundo da revista Wine Enthusiast em 2013. Ou seja, como se diria no Brasil: o vinho de melhor custo/beneficio do mundo; ou como se diria nestas paginas mondovinicas: o melhor Bolso Esperto de todos.

...Mas será?

Encontrei o vinho numa das lojas SAQ de Montreal e como nestas páginas prezamos sempre a famosa relação preço/qualidade, achei válido provar. Na verdade de cara não achei o preço de cerca de U$ 25 muito convidativo pela proposta, mas imaginei que o vinho devesse entregar muito mais que isso, portanto levei minha garrafa (afinal seria a melhor compra do mundo, né..? Inclusive, além do cobiçado título de Best Buy, ganhou inúmeros outros prêmios internacionais).

O vinho em questão é o Château Mayne Guyon 2011, um Bordeaux tinto de denominação nem tanto conhecida, a AOC de Blaye Cotes de Bordeaux, localizada ao norte da margem direita. A vinícola possui 26 hectares e produz apenas este rótulo a partir de Merlot, Cabernet e Malbec, maturado em carvalho. 


No nariz o vinho parecia tudo menos Bordeaux, tendo aromas muito adocicados, com uma baunilha muito acentuada, mas também algo tipo caramelo, algodão doce, açúcar queimado. Quando o coloquei na boca estava esperando alguma coisa que confirmasse estas sensações, mas foi aí que fui surpreso. O que tinha tudo para parecer com um Zinfandel americano ou um Primitivo de Manduria, um Syrah australiano ou até um Amarone, de fato voltou a ser um Bordeaux, mostrando fruta delicada, boa acidez e taninos firmes, num conjunto de boa complexidade e equilíbrio. 

Enfim, de maneira geral diria que é um vinho até agradável, muito mais no palato que no nariz, mas confesso que não gostei da discrepância. Quando as notas aromáticas ficam tão marcadamente diferentes das gustativas eu sempre desconfio e penso logo naquele sachezinho mágico, cujo conteúdo adicionado ao mosto cria artificialmente aromas que o vinho naturalmente não teria.
De qualquer forma, longe de ser a “melhor compra” do mundo. Modestamente, nestas páginas vai encontrar Bolsos Espertos muito melhores ;-)
  
Vinho:
Château Mayne Guyon
Safra:
2011
Produtor:
Château Mayne Guyon
País:
França
Região:
Bordeaux - Blaye Cotes de Bordeaux
Uvas:
75% Merlot, 20% Cabernet Sauvignon, 5% Malbec
Alcoól (Vol.)
13,5%
Importadora
 - 
Preço médio
U$ 25,00
Avaliação internacional
WE 91
Avaliação MV
* (bom)



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...