segunda-feira, 14 de abril de 2014

Um dos melhores tintos americanos (e do mundo)! Confira

Hoje falamos de um grande ícone da viticultura mundial, o Monte Bello, da vinícola californiana Ridge Vineyards. Sua história remete ao ano de 1885 quando a pequena vinícola familiar levava o nome do vinhedo que hoje leva seu vinho ícone (Monte Bello Winery, justamente), produzindo vinhos honestos, mas não marcantes. Foi a partir de 1962 que, a história da vinícola começou a mudar seu curso: graças a investimentos de novos sócios, a empresa foi re-estruturada e reformada, tornando-se hoje uma das vinícolas mais importantes dos Estados Unidos (e do mundo), mesmo estando fora do circuito da badalada Napa Valley.

Seu vinhedos ficam prevalentemente em Sonoma, Lytton Springs, Russian River e Alexander Valley e, embora a especialidade da casa seja a zinfandel (com vários rótulos de diferentes vinhas) a fama da Ridge é devida a um tinto de corte bordales inspirado no Chateau Latour: o Monte Bello. Este vinho ganhou ressonância mundial depois de ter ganhado a segunda edição do celebérrimo Julgamento de Paris. A famosa prova às cegas organizada em 1976 pelo inglês Steven Spurrier, onde os vinhos americanos desbancaram os grandes franceses, foi repetida 30 anos depois, em 2006, desta vez simultaneamente em Londres e em Napa, com resultados similares: o ganhador absoluto foi o Ridge Monte Bello 1971. Daí a vinícola se tornou referência e este vinho um ícone mundial, mostrando sempre consistência de ano em ano.

O que tomei recentemente com uns amigos era de safra 2008. Homenageando o nome originário da vinícola, é prevalentemente um Cabernet Sauvignon cortado com Merlot (em outras safras costuma levar também pitadas de Petit Verdot e Cabernet Franc). As uvas procedem de vinhedos das montanhas de Santa Cruz e o mosto matura 18 meses em barricas de carvalho americano.
O vinho tem grande estrutura e potencial de guarda (pelo menos uns 20 anos), e, de fato, cometemos mais uma crueldade com este infante. De qualquer forma, é um tinto com cara de velho mundo, classudo e elegante. Nariz de fruta negra, alcaçuz, café, tostado; paladar de grande volume e corpo, textura sedosa, taninos firmes e finos, e excelente acidez e final prolongado. Álcool razoável (13,5%) e imperceptível. Embora ótimo agora, teria certamente ficado melhor em alguns anos.
Trouxe na mala de Nova York por menos de R$200. Aqui custa mais que o dobro.


Vinho:
Monte Bello
Safra:
2008
Produtor:
Ridge Vineyards
País:
Estados Unidos
Região:
Califórnia
Uvas:
72% Cabernet Sauvignon,  28% Merlot 
Alcoól (Vol.)
13,5%
Importadora:
Mistral
Custo médio:
R$900
Notas:
RP97; WS92

A vinícola original
Nevoeiro no vinhedo Monte Bello


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...