quarta-feira, 13 de maio de 2015

Máté e a receita para um bom Brunello

Pegue um escritor novaiorquino de origem húngara e misture com uma artista plástica canadense; leve ao fogo lento para Toscana; adicione o agrônomo do Gaja; coloque todos os ingredientes em uns vinhedos adjacentes aos do Soldera e deixe amalgamar. O resultado da receita é uma vinícola boutique em Montalcino de primeira qualidade: Máté 

O casal Ferenc e Candice Máté no ano de 1990 decidiu deixar por trás a vida frenética de Nova York se mudando para Toscana. Depois de uma minuciosa pesquisa os dois adquiriram uns terrenos abandonados com anexa pequena fazenda e um antigo convento em desuso em Montalcino. O detalhe é que esta propriedade ficava no meio dos vinhedos dos maiores produtores da região: Gianfranco Soldera de um lado e Angelo Gaja do outro. Com a ajuda do agrônomo do Gaja conseguiram plantar os melhores clones das melhores videiras locais e em breve tempo a vinícola se tornou um sucesso mundial.


A vinícola Máté estreou no mercado em 2006 com um Syrah e um Merlot de uma das piores safras de sempre, a de 2002; mesmo assim conseguiu ganhar elogios e prêmios da crítica internacional.

Mas o carro-chefe da casa é claramente o Brunello di Montalcino. Recentemente provei um 2009. É um Brunello delicado e complexo e apesar da “descendência” internacional, o vinho fala italiano e com sotaque bem toscano mesmo.

Obviamente falamos de um varietal de Sangiovese Grosso que estagia 35 meses em carvalho, mais 18 meses em garrafas antes da comercialização. 
O buquê aromático inclui fruta silvestre esmagada, folhas secas, tabaco couro e ervas. No palato as sensações são repetidas, num corpo médio de textura suave. A boa acidez sustenta o conjunto e os taninos abundantes e finos levam para um final persistente.

Detalhe: o preço é inacreditável. 

Vinho:
Brunello di Montalcino
Safra:
2009
Produtor:
Mate
País:
Itália
Região:
Toscana
Uvas:
100% Sangiovese Grosso
Álcool (Vol.)
14,5%
Importadora
Enoeventos
Preço médio
R$ 178,00
Avaliação MV
** (marcante)


2 comentários:

  1. Grande Mario!
    Bom ter sua opinião sobre este Brunello. Acho que vou comprar. E o Riserva, você experimentou?
    Abraços,
    Flavio

    ResponderExcluir
  2. Grande Flavio, não provei ainda o reserva, mas pela lógica deve ser muito bom...
    Abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...