quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Como se tornar um perfeito gourmet impostor em 10 dicas

Nunca a gastronomia esteve tão em alta quanto agora. Na TV já tem mais programas de cozinha que novela, está todo mundo falando de pratos gourmet, de chefs estrelados, e todos se achando craque no assunto somente por não ter perdido nenhum episódio do Masterchef. E você que não assistiu o programa, não frequenta as mesas gourmet e nem sequer abriu um livro de receitas na vida vai se sentir inferior só por isto?  Tranquilo, mais uma vez o MondoVinho vem te socorrer com mais um tutorial em 10 etapas para você se fingir um grande gourmet sem investir um tostão.

1) Nunca diga que um prato é bom. Diga que é “interessante

2) Quando estiver falando de chefs badalados use apenas o primeiro nome deles, para fingir grande familiaridade: “encontrei o Alex...”, “falei com o Claude...”, “pensando no trabalho da Helena”, “que noite com o Felipe...”, “o que eu gosto da Paola...”
Bônus: se você for particularmente malvado, entre estes coloque um nome inventado, tipo “o novo gastrobar do Arthur...”: os seus interlocutores vão contorcer o cérebro a noite inteira para entender de quem você estava falando.

3) Nunca chame a carne de carne e peixe de peixe. Agora isto se chama de “proteína

4) Finja frequentar todos os eventos de gastronomia. Na ora de se despedir diga sempre: “nos vemos no Rio Gastronomia”, “até o Semana Mesa!” “este ano o Degusta Búzios foi bem legal”.

5) Se escolher um vinho branco peça que seja “mineral”. Se for tinto verifique que “não passou em madeira”. Bônus: melhor ainda se em ambos os casos o vinho for “orgânico”, “biodinâmico” ou (palavra mágica) “natural”.


6) Afirme que já esteve no El Bulli do Ferran Adriá e diga que foi uma experiência inesquecível. Se te perguntarem o que comeu diga que esqueceu.

7)  Na mesa você não precisa de pão: precisa de “pães”. Inclusive pergunte sempre a respeito de farinhas e leveduras, fingindo interesse.

8) Se algo é salgado diga que é muito “sápido”, se for insosso diga que falta “sapidez”. Enfim, nunca use a palavra “sal” se não quiser parecer um frequentador de botequim.

9) Nunca coloque, por nenhum motivo, açúcar no café: o verdadeiro gourmet bebe café amargo, mesmo quando for ruim pra caramba.

10) Se então quiser mesmo exagerar e se fingir não apenas um foodie ou um gourmet, mas quer se passar por um grande intelectual da comida, lute contra os seus impulsos e não fotografe os pratos. Quem não fotografa vai imediatamente ganhar o status de um ser superior.  Se conseguir, todos ao seu redor vão sussurrar: “não fotografou o prato! Comeu sem postar...!” e você vai praticamente ascender ao Olímpio das divindades gastronômicas.

Pronto agora você é o perfeito gourmet impostor sem remorso: afinal quem garante que seus amigos não façam o mesmo?





0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...